Palavras de Edificação 03


(Revista bimestral editada entre 1980 e 1997)


ÍNDICE


As Rosas Premiadas

Sobre o Livro dos Atos (Cap. 23:23 – 24:16)

Pequenas Coisas

O Nome do Senhor Jesus Cristo

Você Aceita Essas Verdade Bíblicas?

A Igreja de Deus Segundo as Escrituras

Citações do Velho Testamento Feitas no Novo Testamento

A Instituição do Matrimônio (cont.)

Sobre o Evangelho Segundo Mateus (cont.)

O Castigo Eterno

A Aerodinâmica dos Pássaros



AS ROSAS PREMIADAS


Que bom seria se vivêssemos mais ao calor da presença de Deus!

Deveríamos ser como aquela menina – coxa – que vivia num sítio pobre, numa aldeia, e ganhou um prêmio numa exposição de rosas.


– Como foi que te premiaram as tuas rosas? – perguntaram-lhe.


– Olhe, foi assim: A minha casa tem três janelas. Então de manhã ponho-as naquela que primeiro recebe o sol; depois quando o sol já está na outra janela, passo-as para lá, e pela tarde a mesma coisa. Assim estão sempre recebendo sol.


"Conservai-vos a vós mesmos na caridade de Deus" (Jd 21).

Voltar ao Índice


CITAÇÃO BÍBLICA:

"As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos; porque as Suas misericórdias não têm fim. Novas são cada manhã; grande é a Tua fidelidade" (Lm 3:22-23).



SOBRE O LIVRO DOS ATOS

Cap. 23:2324:16


"E, [o tribuno] chamando dois centuriões, lhes disse: Aprontai para as três horas da noite duzentos soldados, e setenta de cavalo, e duzentos arqueiros para irem a Cesaréia; e aparelhai cavalgaduras, para que pondo nelas a Paulo, o levem salvo ao presidente Félix" (vs.23-24).


O Tribuno sabendo que Paulo era Romano e que a sua vida estava em perigo, tomou todas as precauções para evitar que viesse a ser assassinado pelo grupo dos quarenta judeus (v.21), e mandou-o ao governador da província, a Félix, tratando-o muito humanamente. “E escreveu uma carta que continha isto:

Cláudio Lísias, a Félix, potentíssimo presidente, saúde.

Esse homem foi preso pelos judeus; e, estando já a ponto de ser morto por eles, sobrevim eu com a soldadesca, e o livrei, informado de que era romano. E querendo saber a causa por que o acusavam, o levei ao seu conselho. E achei que o acusavam de algumas questões da sua lei; mas que nenhum crime havia nele digno de morte ou de prisão. E, sendo-me notificado que os judeus haviam de armar ciladas a esse homem, logo to enviei, mandando também aos acusadores que perante ti digam o que tiverem contra ele. Passa bem" (vs.25-30).


Cláudio Lísias escreveu uma mentira ao governador Félix; disse que: "sobrevim eue o livrei, informado de que era romano". O tribuno, na verdade, perguntou a Paulo: "Não és tu porventura aquele egípcio"? (At 21:38). Contudo para se dar mérito aos olhos de Félix escreveu uma mentira. "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso" (Jr 17:9).


"Tomando pois os soldados a Paulo, como lhe fora mandado, o trouxeram de noite a Antipatris. E no dia seguinte, deixando aos de cavalo irem com ele, tornaram à fortaleza. Os quais, logo que chegaram a Cesaréia, e entregaram a carta ao presidente, lhe apresentaram Paulo. E o presidente, lida a carta, perguntou de que província era; e sabendo que da Cilícia, ouvir-te-ei, disse, quando também aqui vierem os teus acusadores. E mandou que o guardassem no pretório de Herodes" (vs.31-35)


Foi assim que Paulo começou essa sua grande viagem que iria terminar em Roma. Iria comparecer perante "reis", conforme a profecia dada por Ananias, o discípulo em Damasco (At 9:15).


"E cinco dias depois o sumo sacerdote Ananias desceu com os anciãos, e um certo Tértulo, orador os quais compareceram perante o presidente contra Paulo. E, sendo chamado, Tértulo começou a acusá-lo, dizendo: Visto como por ti temos tanta paz e por tua prudência se fazem a este povo muitos e louváveis serviços, sempre e em todo o lugar, ó potentíssimo Félix, com todo o agradecimento o queremos reconhecer" (At 24:1-3).


Tértulo, se era judeu também mentiu, pois os judeus odiavam os romanos, seus opressores. Ou talvez fosse até um advogado romano contratado pelo Sinédrio. Em todo o caso usou de uma lisonja mentirosa.


"Mas, para que te não detenha muito, rogo-te que, conforme a tua equidade, nos ouças por pouco tempo" (v.4).

"Temos achado que este homem é uma peste, e promotor de sedições entre todos os judeus, por todo o mundo; e o principal defensor da seita dos nazarenos; o qual intentou também profanar o templo; e por isso o prendemos e conforme a nossa lei o quisemos julgar. Mas, sobrevindo o tribuno Lísias, no-lo tirou dentre as mãos, com grande violência, mandando aos seus acusadores que viessem a ti; e dele tu mesmo, examinando-o, poderás entender tudo o de que o acusamos. E também os judeus o acusavam, dizendo serem estas coisas assim" (vs.5-9)


Este discurso de Tértulo estava cheio de falsidades e acabou com uma queixa injusta dirigida a Félix, o governador, contra o seu subordinado, o tribuno Lísias; "Não calunies o servo diante do seu senhor" (Pv 30:10). E logo Félix lhe cortou a palavra, assim como ao sumo sacerdote Ananias, e ao resto dos judeus, e fez sinal a Paulo que falasse:


"Paulo, porém, fazendo-lhe o presidente sinal que falasse, respondeu: Porque sei que já vai para muitos anos que desta nação és juiz, com tanto melhor ânimo respondo por mim" (v.10). Paulo reconheceu a posição de Félix, mas não fez uso de lisonja. “Pois bem podes saber que não há mais de doze dias que subi a Jerusalém a adorar; e não me acharam no templo falando com alguém, nem amotinando o povo nas sinagogas, nem na cidade. Nem tão pouco podem provar as coisas de que agora me acusam. Mas confesso-te isto: que, conforme aquele caminho que chamam seita, assim sirvo ao Deus de nossos pais, crendo tudo quanto está escrito na lei e nos profetas. Tendo esperança em Deus, como estes mesmo também esperam, de que há de haver ressurreição dos mortos, assim dos justos como dos injustos” (vs.11-15).


“Aquele caminho” refere-se ao testemunho de nosso Senhor Jesus Cristo já então estabelecido no mundo. Fala-se dele sete vezes em Atos, ainda que nem sempre por meio da mesma palavra. Leiam-se as seguintes passagens: a fim de que, se encontrasse alguns daquela seita (literalmente: “daquele caminho” At 9:2); e lhe declararam mais pontualmente o caminho de Deus” (At 18:26); como alguns deles se endurecessem, falando mal do Caminho” (At 19:9); houve um não pequeno alvoroço acerca do Caminho” (At 19:23); “e persegui este Caminho” (At 22:4); “conforme aquele caminho que chamam seita” (At 24:14); e, “Havendo-me informado melhor deste caminho” (At 24:22).


É claro que os judeus com as suas acusações não podiam fazer uso das Escrituras; mas Paulo apoiava-se na Palavra de Deus: “crendo tudo quanto está escrito na lei e nos profetas” (At 24:14). Ele deu a saber que tinha “esperança em Deus” (At 24:15) uma esperança que os próprios fariseus afirmavam ter – de que os mortos ressuscitariam: "assim dos justos como dos injustos" (At 24:15).


O anúncio da ressurreição toca a consciência: “E por isso procuro sempre ter uma consciência sem ofensa, tanto para com Deus como para com os homens” (v.16). Os que não procuram manter “a fé, e a boa consciência”, fazem “naufrágio na fé” (1 Tm 1:19). Os que tornam atrás, “dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; …falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência” (1 Tm 4:1-2). Para os incrédulos “nada é puro antes o seu entendimento e consciência estão contaminados” (Tt 1:15). Como é importante manter sempre “uma boa consciência” sem remorsos, em relação a Deus e perante os homens!

(continua, querendo Deus)

Voltar ao Índice


TEXTO BÍBLICO:

“Bom é o Senhor para os que se atêm a Ele, para a alma que O busca. Bom é ter esperança, e aguardar em silêncio a salvação do Senhor. Bom é para o homem suportar o jugo na sua mocidade” (Lm 3:25-27).



PEQUENAS COISAS


– Que tens na mão, Abel?

– É só um cordeirinho do meu rebanho, mas o primeiro e o melhor. Vou oferecer-Te; é um sacrifício voluntário – respondeu ele a Deus.

E assim fez; o cheiro desse holocausto, desde então, perfuma o ar e chega até Deus tal como um sacrifício perpétuo de louvores, um sacrifício que tipifica o grande e único sacrifício de Jesus Cristo, o Filho de Deus, o Cordeiro de Deus.


– Que tens na mão Moisés?

– É só uma vara, meu Deus; com ela dirijo os meus rebanhos.

– Olha: daqui em diante vais empregá-la ao Meu serviço.

E assim foi; fez com ela as coisas mais surpreendentes que o Egito e o seu orgulhoso rei jamais tinham visto.


– Maria, que tens na mão?

– É só um recipiente com óleo perfumado porque quero derramá-lo sobre o Teu santo Filho Jesus.

Assim fez, e não só encheu toda a casa com um rico perfume, como também essa passagem do Evangelho se tornou para todos os que a lêem como um ato de amor a Deus, de um fragrante perfume.


– Que tens tu na mão, pobre viúva?

– Só duas moedas, Senhor. É muito pouco, mas é tudo quanto tenho. Trago-as para pô-las na caixa das ofertas.

Fez assim, e desde então esse relato, fez multiplicar essa ação em muitas outras, tendo estimulado assim muitos crentes a darem para Deus o que têm.


As coisas pequenas deixam de o ser, se são feitas com Deus ou para Deus.

(Gn 4:2,4; Hb 11:4; Êx 4:1-2; Mt 26:6-13; Mc 14:3-9; Jo 12:1-8; Lc 21:1-4).

Voltar ao Índice


PONTO DE REFLEXÃO:

Só poderemos desfrutar perfeita comunhão espiritual uns com os outros, quando todos andarmos em direta comunhão com Deus, verdadeiramente na Sua presença.



O NOME DO SENHOR JESUS CRISTO

No Apocalipse


“Reténs o Meu NOME, e não negaste a Minha fé” (2:13). É verdade que permanecemos fiéis a esse “Nome que é sobre todo o nome” (Fp 2:9) apesar da idolatria que reina no mundo?


"Guardaste a Minha Palavra, e não negaste o Meu NOME" (3:8). Se guardamos a Palavra do Senhor, certamente que não iremos negar a autoridade suprema do seu Nome, substituindo-O a outros nomes que nos iludam.

"A quem vencer, Eu o farei coluna no templo do Meu Deus e escreverei sobre ele o Meu novo NOME" (3:12). Cristo, como Homem e Vencedor, ganhou outro Nome, um digno Nome, supremo, novo. Escreverá esse Nome novo sobre todo aquele que vencer, dentre o Seu povo.


"o tempo de dares o galardão aos profetas, Teus servos, e aos santos, e aos que temem o Teu NOME" (11:18). Em Malaquias, o último livro do Velho Testamento, lemos também aqueles que temem ao Senhor, e que se lembram do Seu Nome serão para Mim particular tesouro” (Ml 3:16-17).


"Quem Te não temerá, ó Senhor, e não magnificará o Teu NOME? Porque só Tu és santo" (Ap 15:4).


"E os Seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a Sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão Ele mesmo. E estava vestido de uma veste salpicada de sangue; e o NOME pelo qual Se chama é a PALAVRA DE DEUS. …E no vestido e na coxa tem escrito este NOME: REI DOS REIS, E SENHOR DOS SENHORES". (Ap 19:12-13,16). Esta passagem trata da vinda do Senhor Jesus para julgar as nações rebeldes.


"E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os Seus servos O servirão. E verão o Seu rosto, e nas suas testas estará o Seu NOME" (22:3-4). É uma perfeita identificação! Cada remido pelo Cordeiro de Deus, Cristo, terá bem à vista o NOME do seu Salvador.

Voltar ao Índice


PONTO DE REFLEXÃO:

Eu sei que no coração do Senhor há lugar para cada uma das minhas ansiedades, das minhas preocupações.



VOCÊ ACEITA ESTAS VERDADES BÍBLICAS?


– Cristo morreu por nós

"Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras" (1 Co 15:3-4).

"Mas Deus prova o Seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores" (Rm 5:8).

"Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu por nós, para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos juntamente com Ele" (1 Ts 5:9-10).


– Somos remidos com o sangue de Cristo

" resgatados com o precioso sangue de Cristo, como de um Cordeiro imaculado e incontaminado" (1 Pd 1:18-19).

" do Filho do Seu amor; em Quem temos a redenção pelo Seu sangue, a saber, a remissão dos pecados" (Cl 1:13-14).

" muito mais agora, sendo justificados pelo Seu sangue, seremos por Ele salvos da ira" (Rm 5:9).


– Jesus ressuscitou dos mortos

"Por que buscais o vivente entre os mortos? Não está aqui, mas ressuscitou" (Lc 24:5-6).


Estes três pontos referem-se a quem crê na Palavra de Deus e aproveitou as suas bênçãos que estão descritas em Jo 3:16; 5:24; 1:12; Ef 2:8 e Rm 10:9-10. Não deixem de ler todas estas passagens das Escrituras.

(continua, querendo Deus)

Voltar ao Índice

PENSAMENTO:

Todos aqueles que anunciam a Palavra de Deus, tanto como evangelistas, como na edificação da Igreja, devem apoiar-se contínua e exclusivamente no poder do Espírito Santo, pois só Ele sabe aquilo de que as almas precisam, e só Ele pode suprir tal necessidade.


A IGREJA DE DEUS Segundo as Escrituras